Home | Notícias Anteriores                           

Símbolos da JMJ visitaram nove pontos em Porto Alegre
 

Uma verdadeira peregrinação marcou a passagem dos símbolos da Jornada Mundial da Juventude pelo Vicariato de Porto Alegre. Em uma manhã e uma tarde, a Cruz e o Ícone de Maria mobilizou as juventudes e os fiéis da capital gaúcha no domingo no domingo, dia 4 de novembro. Os símbolos foram recebidos do Vicariato de Gravataí na Paróquia Nossa Senhora da Boa Viagem em Cachoeirinha às 3h45. O Vicariato de Porto Alegre agradeceu aos jovens de Gravataí que estavam a acompanhados pelo Pe. Chaves. Recolhidos ao interior da Igreja houve um momento de prece e a Bênção dos primeiros Peregrinos da capital.

A carreata que se dirigiu ao Colégio São Francisco era composta de 53 veículos. O carro de som foi à frente da carreata animando com músicas, depois seguia o caminhão de bombeiros que transportava os símbolos e os jovens que os carregavam e atrás seguiam os carros. 
No caminho, passaram pela Paróquia Santa Rosa de Lima, onde pararam a fim de que paroquianos, que estavam à espera, encostassem uma réplica da cruz peregrina, pequenas cruzes e terços na Cruz da JMJ. A comunidade recebeu a benção dos símbolos e prosseguiu-se a carreata. 

A chegada ao Colégio São Francisco aconteceu por volta das 5 horas da manhã. A comunidade estava esperando com velas acesas, iniciando a celebração “das trevas para luz”. Jovens carregaram os símbolos para dentro do ginásio onde aconteceu a celebração da palavra com presença de pessoas das Áreas Pastorais: Assis Brasil, Rubem Berta, Passo d’Areia e Ipiranga. Os fiéis aproximaram-se da Cruz Peregrina e do Ícone de Nossa Senhora, fizeram pedidos, agradecimentos e encostaram objetos. Encerrando esse momento, receberam a benção e carregaram os símbolos até o caminhão.  

A visita dos símbolos por Porto Alegre seguiu em direção à Restinga. No caminho, a comunidade da Paróquia Santa Ana também recebeu a benção. Já na Paróquia Nossa Senhora da Misericórdia às 7h, os jovens da Pastoral da Juventude carregaram os símbolos e iniciou a Celebração da Palavra com grande participação das Áreas Pastorais: Restinga, Ipanema e Partenon. Esse momento ocorreu na parte externa da igreja, o que levou as pessoas que estavam passando pela rua pararam a parar, observar e aproximar-se para tocar nos símbolos. A Cruz Peregrina e o Ícone de Nossa Senhora seguiram para o próximo ponto: Penitenciária Madre Pelletier.

Durante o percurso, a carreata parou rapidamente na Paróquia Menino Jesus de Praga, onde a comunidade estava à espera. As pessoas rezaram e receberam a benção dos símbolos. Ainda no caminho, pararam. Também receberam a bênção os paroquianos das Igrejas de Paróquias São Vicente Mártir, Santa Cruz e Santa Luzia que estavam na rua aguardando o momento dos símbolos passarem. Os fiéis tiravam fotos para gravar o momento, fizeram uma oração e pediram bênçãos.

Símbolos da JMJ visitou presídio feminino e atraiu atenção no Parque Redenção

Os símbolos da JMJ chegaram à Penitenciária Madre Pelletier por volta das 8h45. Pessoas das Paróquias Nossa Senhora da Saúde, Nossa Senhora da Glória, Nossa Senhora das Graças (Esteio), Santa Luzia (Gravataí), Paróquia São Vicente de Paula e o Caminho Néo Catecumenal acolheram a cruz e o ícone com grande alegria. A Cruz Peregrina entrou na penitenciária e as detentas foram abençoadas. Enquanto a Cruz Peregrina entrou na penitenciária, as pessoas que ficaram ali fora tiveram seu momento com o Ícone de Nossa Senhora. Jovens do Caminho Néo Catecumenal carregaram a cruz de volta para o caminhão de bombeiros e o roteiro da visita continuou.

A comunidade da Paróquia São Jorge esperava ansiosamente por seu momento com os símbolos. Estavam presentes até membros da força expedicionária. A chegada aconteceu por volta das 9h15. Jovens e os expedicionários carregaram a Cruz e o Ícone por um tapete vermelho no estacionamento da Igreja. Ali, a comunidade recebeu as bênçãos, se aproximou dos símbolos e rezou pela juventude católica. Finalizando esse momento, houve uma salva de fogos de artifício. Dois jovens seguiram cavalgando junto à carreata até o Parque Redenção.

Os símbolos da JMJ chegaram à Redenção por volta das 10h30, passaram pelo Brique, tradicional feira de artesanatos que acontece todos finais de semanas e feriados. A Cruz e o Ícone chegaram até o Monumento ao Expedicionário, onde estava a concentração de pessoas. Jovens carregaram os símbolos da JMJ e os colocaram em frente ao monumento. Integrantes do movimentos Emaús, Guelfos e Um Mate com Cristo cantaram. Ocorreu a Maranatha, mateada com Cristo e um flashmob animado, como forma de celebração dessa visita, com a música “Nova Geração”.

Visita ao Carmelo, Santa Casa e Catedral Metropolitana

Chegando ao Mosteiro Carmelita às 11h30, a família carmelitana aguardavam ansiosamente pela chegada dos símbolos e os receberam com 
uma salva de fogos de artifício. Pouco antes, havia acontecido a vestição da Monja Ana Luisa da Eucaristia. A comunidade estava em um dia de muita alegria. Os jovens do grupo Amigos na Fé carregaram a Cruz Peregrina até a porta da clausura das monjas, entregando a elas, que os acolheram com sorrisos e olhares de muita felicidade. A Cruz Peregrina e o Ícone passaram por dentro da clausura e pela igreja, com a presença dos símbolos ocorreu o Ofício Divino e Angelus. 

 

 

A visita dos símbolos continou, seguindo para a Santa Casa de Misericórdia. Entraram com os símbolos da JMJ pelo Hospital Santa Clara às 12h30. Funcionários e o padre capelão aguardavam. Os funcionários do hospital carregaram os símbolos da JMJ. Aconteceu uma caminhada por dentro do hospital e depois seguiram entre as ruas internas abençoando todos os enfermos, funcionários e profissionais da saúde. Rezaram por cada situação de saúde que é tratada nos hospitais da Santa Casa. Em frente a estátua de Dom Vicente Scherer, as pessoas se reuniram em volta de um palco onde o Ícone de Nossa Senhora ficou e em frente desse colocou-se a Cruz Peregrina. No momento da benção, soltaram pétalas do alto do palco e os funcionários da Santa Casa encostaram réplicas pequenas da Cruz Peregrina na Cruz da JMJ, as quais estarão pelos hospitais a partir de agora. Os símbolos seguiram sua peregrinação por Porto Alegre. 

Chegaram à Catedral Metropolitana às 13h30. Jovens carregaram a cruz e o ícone até o altar. Estavam presentes jovens do CLJ, do Regnum Christi, dos Focolares e das Áreas Pastorais: Azenha, Centro, Navegantes e Petrópolis. Ali aconteceu, no primeiro momento, a Via Sacra e, logo após, às 14h30 a Santa Missa, com a presença do Arcebispo Dom Dadeus Grings, concelebrada pelo Arcebispo Emérito, Dom Altamiro Rossato e padres do Vicariato . A Catedral estava com todos os bancos lotados por pessoas de todas as idades.

 Após a missa, os jovens carregaram os símbolos da JMJ pelas ruas do centro histórico. Quem estava ma Catedral também acompanhou a procissão em direção à Praça da Alfândega, onde acontece a 58ª Feira do Livro, cantando a música “Nova Geração”. Os símbolos passaram pela Feira enquanto as pessoas que os seguiam cantavam cada vez mais forte o refrão: “No peito eu levo uma cruz, no meu coração o que disse Jesus”. De lá, seguiram em procissão para Porto Hidroviário de Porto Alegre. Assim, o povo católico do Vicariato de Porto Alegre levou os símbolos da JMJ até o Catamarã, onde às 16h, foram entregues ao Vicariato de Guaíba.

Foi um dia de intensa vivência da fé, com muita emoção e com muita alegria. Muitas pessoas se emocionaram por ter a oportunidade de tocar nos símbolos, por vê-los e por entenderem o significado deles. Por todos os lugares que a Cruz e Ícone passaram, algumas pessoas olhavam sem entender o que acontecia, mas sorriam por sentir o tanto que era especial aquele momento. Não havia somente jovens de idade, mas também muitos jovens de coração que participaram intensamente dos momentos. 

A Cruz Peregrina e o Ícone de Nossa Senhora passaram por Porto Alegre abençoando a capital. Agora, rumo à Jornada Mundial da Juventude!

Agradecimentos a Deus por ter sido um dia tão maravilhoso. Agradecimentos aos vários padres que estiveram em diversos momentos do dia e a todas as pessoas, principalmente, aos jovens, que participaram. Agradecimentos também aos grupos que o compõem o Setor Juventude de Porto Alegre, que trabalharam em união para proporcionar cada momento com a Cruz Peregrina e o Ícone de Nossa Senhora a toda comunidade. Obrigada a todos que se dedicaram para o Vicariato de Porto Alegre celebrar esse dia com os símbolos da JMJ. 

Natasha Moreira - Comunicação (Setor Juventude do Vicariato de Porto Alegre)

 

 

 

 

 
 
Com Maria na Escuta do Espírito


monja
PEDIDO DE ORAÇÃO

Faça aqui o seu
pedido de oração

MARIA COM VOCÊ
Escapulário Terço
Escapulário Terço
JESUS COM VOCÊ
eucaristia confissao
Eucaristia Confissão

" Quem ama não só evita o pecado, mas tudo o que pode desagradar a Deus"

Santa Tereza de Jesus

O Carmelo é todo de Maria

CARMELO
Irmãs Carmelitas - Associação Nossa Senhora do Carmo

Brasil - Região Sul
Paraná - Santa Catarina e Rio Grande do Sul